Perfil do Artista
Théo
ano: 1901
No início da década de 20 do século passado, o baiano Djalma Pires Ferreira mudou-se de Salvador para o Rio. Ele mal acabara de completar 21 anos, mas já era um chargista conhecido em sua cidade natal, por conta de trabalhos publicados entre 1918 e 1922 nos jornais “A Tarde” e “Diário de Notícias”, já com o pseudônimo que o tornaria famoso — Théo. A mudança para a então capital federal foi determinante para sua carreira. No Rio, Théo passou a colaborar com a imprensa local, marcando presença sobretudo nas páginas da revista “Careta” e do GLOBO, com passagens marcantes também em “Fon-Fon” e “O Malho”. Chargista, cartunista e caricaturista, influenciou boa parte da geração que começou a trabalhar na imprensa brasileira a partir da década de 60.
continuar lendo